quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Corpo de Bombeiros participa da formação de 21 alunos do Estágio de Técnicas de Patrulhamento motorizado com uso de motocicletas em Santana


Simulação de Acidente de Trânsito

No dia 16 de agosto, quinta-feira, foi ministrada pela Cb BM Fem Hellen, no auditório da Polícia Militar do 4º Batalhão, em Santana, instrução de Noções de Primeiros Socorros à turma de Estágio de Técnicas de Patrulhamento motorizado com uso de motocicletas.

Abordagem da vítima.
Encontro este muito proveitoso para ambas as partes, já que foi possível um conhecer o trabalho do outro, sendo este o ponto de partida para o debate.

O encontro possibilitou ainda que fossem abordados pontos acerca do papel das instituições bombeiro e polícia militar em casos corriqueiros do cenário do trânsito, área onde os alunos, após encerrado o estágio, irão atuar.
Simulação de vítima grávida com metrorragia.

As noções de primeiros socorros aplicados aos policiais é de suma importância, não no sentido de haver uma substituição de funções ou papéis, mas no sentido de auxiliar o corpo de bombeiros em ocorrências de grande vulto quando for necessário, ademais, o policial militar deve estar preparado para realizar o atendimento básico ao seu companheiro e ao cidadão enquanto a ambulância do corpo de bombeiros, serviço especializado, não chega ao local.

Retirada de capacete e imobilização da cervical.
Deve ainda estar preparado para agir com autonomia em situação pior que a demora do apoio especializado, e nesse contexto, a falta da ambulância se insere como agravante a uma ocorrência tornando-a de dimensão caótica extraordinária. Portanto, o auxílio de policiais militares que tomam o controle de ocorrências atípicas, onde seja necessário agir com  o emprego de noções básicas de atendimento pré-hospitalar é imprescindível para a população, já que tal atitude está inserido no lema policial militar "servir e proteger".
Cabo BM Hellen orientando sobre os procedimentos.

Baseado nisto, foi realizado ainda uma simulação prática onde se proporcionou o aprendizado das técnicas básicas do atendimento pré-hospitalar em caso de acidente de trânsito, onde uma guarnição de patrulha motorizada em moto, pôde chegar ao cenário sinistrado, verificar que se tratavam de múltiplas vítimas, realizar a abordagem das mesmas, executando o exame primário e privilegiando vítimas inconscientes, tudo isso sob a pressão tensa da população que estava aos arredores. Feito isto, o estágio pode discutir sobre os pontos negativos e positivos da ação, bem como observar as dificuldades que a situação apresentou e refletir sobre as atitudes tomadas.
Vítima de acidente de trânsito com fratura em costela e suspeita
de hemorragia interna.

Mediante experiência vivenciada, a 5ª Companhia Independente somente parabeniza os alunos policiais militares que se dispuseram a serem receptivos a tais conhecimentos e enaltece a iniciativa de se ter um espaço, dentro da matriz curricular do estágio, dedicado ao debate e à reflexão, tão importantes para ambas as corporações.

Fotos: Alunos do Estágio.

Nenhum comentário: