segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Vítima salva por bombeiros de Santana reencontra guarnição que a livrou da morte

Guarnição que fez os primeiros
atendimentos à Dona Francisca.
No dia 28 de julho de 2016, se dava por encerrada a missão de prevenção e suporte à Festa de São Tiago, por esse motivo, a guarnição da viatura de salvamento de Santana foi acionada para auxiliar na retirada da lancha do 4º Grupamento da água e levar até lá. No caminho, por volta das 18h, enquanto trafegavam pela Rodovia JK, Bairro Remédio II, se depararam com uma movimentação que, à primeira vista, parecia ser um acidente de trânsito, pararam então para averiguar e atender possíveis vítimas.


Ao avistar o cenário, viram que se tratava de uma senhora que fora atingida por linha de papagaio no pescoço, o fato acabara de acontecer, a guarnição não pensou duas vezes em isolar o local, acionar a ambulância e realizar a compressão do sangramento no local afetado. 
Da esquerda para a direita: Sd BM Leomir,
Cb BM Madureira, Sd BM Regina, Dona
Francisca e Sd BM Do Carmo.

A senhora Francisca Gomes Martins, 29 anos, foi encaminhada imediatamente para o Hospital de Santana, a qual foi submetida à cirurgia e hoje passa bem. 

Mais uma ocorrência bem sucedida que mereceu destaque nas redes sociais do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Amapá, não somente pela vida que foi salva, ou pela atuação de nossas guarnições mas por conta do alerta à prática do uso do cerol nas linhas de pipa, transformando essa brincadeira em um perigo constante tanto para quem manuseia o brinquedo, quanto para quem passa nas ruas e estradas da cidade e está sujeito aos acidentes provocados por essa linha cortante.

E foi a partir desta projeção em uma rede social que a senhora Francisca, ainda em recuperação tomou conhecimento dos guerreiros que lhe salvaram da morte e quis realizar um encontro com os mesmos. 

Paulo Sérgio da Silva Neri, esposo de dona Francisca, ao centro
Dona Francisca e Aspirante BM Bentes, oficial chefe de socorro
no dia do acidente.
O encontro foi intermediado pelo Aspirante a Oficial BM Bentes, que no dia da ocorrência, era o Oficial Chefe de Socorro e aconteceu no dia 11 de agosto, onde as guarnições de salvamento e de atendimento pré-hospitalar foram convidadas a participar de um culto em ação de graças na residência da dona Francisca. Os bombeiros atenderam o pedido e compareceram ao evento muito lisonjeados e agradecidos por tamanho reconhecimento.

O acidente com a linha cortante da pipa atingiu todo o complexo respiratório, das cordas vocais e de circulação na região do pescoço da dona Francisca, a mesma, por mais que tenha sido atendida imediatamente no local pelos bombeiros que passavam ali, devido a gravidade do trauma, perdeu muito sangue e chegou a ter uma parada cardio-respiratória antes de ser levada ao hospital. Dona Francisca é uma das vítimas que não entrou para as estatísticas de mortes por esse tipo de ocorrência por muita sorte já que o tempo no atendimento é primordial para a sobrevivência. A sensatez, o conhecimento técnico e controle emocional dos bombeiros também foram primordiais para que o evento tivesse o desfecho ideal, pois conseguiram reaver os batimentos de dona Francisca que tinha silenciado e a trouxeram de volta para a vida.

Fotos: Sgt BM Hellen, Relações Públicas.







Nenhum comentário: