sexta-feira, 9 de junho de 2017

O Ano do Cinquentenário


Nos meses de junho e julho, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Amapá está envolto numa atmosfera de competições esportivas da Semana do Bombeiro, ela ocorre anualmente em homenagem aos bombeiros do Amapá pela passagem de duas datas importantes, a primeira pelo dia 02 d julho, Dia Nacional do Bombeiro e a segunda, pelo dia 09 de julho, Dia do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Amapá, conclamada assim pela emancipação desta  corporação que ocorreu no ano de 1992.

Este ano ainda tem-se um motivo a mais para comemorar, é o Ano do Cinquentenário do Corpo de Bombeiros do Amapá, a história da instituição perpassa por uma saga de luta e glória que começou no governo de Ivanhoé Martins, época do antigo Território Federal, em 17 de novembro de 1967, através do Decreto n}050, o qual criou no Amapá o Corpo de Bombeiros Voluntários, de caráter Municipal e Civil com 32 bombeiros municipais.


Após sete dias de criação, às 23h30min, houve um grande incêndio no Centro Comercial de Macapá que começou na antiga Doca Fortaleza. Os primeiros bombeiros do Estado, recém instituídos e com o auxílio do Corpo Voluntário de Defesa Contra Incêndios, da ICOMI, conseguiram debelas as chamas à muito custo.

Este episódio acelerou a criação do Grupamento contra Incêndio - GRUCI, agora com 20 homens.

O GRUCI foi incorporado à Polícia Militar do Amapá logo após sua criação em 1975, tornando-se então Grupamento de Incêndio - GI e que mais tarde, através da Lei nº025 de 09 de julho de 1992 (Diário Oficial nº 380/92) passou a ser instituição independente, o nosso Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Amapá.

Uma instituição que vem se destacando pela evolução não somente do seu efetivo que hoje possui 1.340 militares, as também por sua capacidade de superar as vicissitudes e promessa de crescimento no Estado.

Hoje o Corpo de Bombeiros realiza o serviço de socorro nos municípios de Macapá, Zona Sul (1º GBM), Zona Norte (2º GBM), Laguinho (GPCIF); em Santana (5º GBM); Distrito de Fazendinha (4º GBM); Vale do Lari, Laranjal do Jari (6º GBM), Vitória do Jari (8º GBM); e Oiapoque (7º GBM). Com inauguração em breve do quartel em Porto Grande.

Por esses motivos, temos muito a comemorar.

SECOMS 5º GBM.

Nenhum comentário: